Algumas das melhores cidades para procurar emprego (fora de Londres)

Não é todo mundo que gosta da idéia de procurar emprego em Londres, seja por que não gosta de cidades grandes, ou porque o custo de vida é maior ou até porque têm parentes e amigos fora de Londres. Mas infelizmente, há muitos lugares que oferecem mais atrativos pessoias do que boas perspectivas de carreira. Outros já oferecem excelentes perpectivas de carreira e para você podem ser mais atrativos do que a movimentada Londres. Então, se você está na procura de um emprego na Inglaterra ou na Escócia, talvez você queira saber quais as cidades no Reino Unido que oferecem as melhores perspectivas de emprego.

Muitas cidades da Inglaterra e Escócia estão já estão oficialmente sainda da recessão, incluindo algumas das mais atingidas pela massiva perda de empregos que ocorreu entre 2008 e 2009. Mas a recuperação econômica tende a ser repartida de forma desigual em todo o país, pelo menos durante este ano. Com algumas cidades estagnadas em seu altos índices de desemprego e outras sofrendo com a falta de profissionais em áreas específicas!

5 cidades para ficar de olho

O governo britânico identificou em uma pesquisa cinco cidades que estão em melhor posição para ajudar o Reino Unido a sair fora da recessão, e por consequência gerar mais empregos. De acordo com a pesquisa, esses locais têm altíssimo potencial de criar empregos no setor privado. Essas cidades têm menor vulnerabilidade aos cortes de emprego no setor público e cortes de gastos.

“Cidades como Leeds e Bristol, que tiveram rápido crescimento antes da crise e tem muitos empregos no sector privado, estão em melhores condições para liderar a recuperação do Reino Unido”, disse Alexandra Jones, diretora executivo do instituto responsável pela pesquisa.

Confira as melhores cidades para trabalhar no Reino Unido

Confira as melhores cidades para trabalhar no Reino Unido

Veja a seguir  as cinco cidades com as melhores chances para impulsionar a recuperação econômica e as cidades com melhores perspectivas  de emprego no Reino Unido neste momento.

Obs: As cidades não estão listadas em ordem específicas.

Aberdeen

Aberdeen é uma das cidades que sempre teve um elevado nível de emprego, apesar de já ter abundância de trabalhadores qualificados e um bom salário médio. Bob Collier, o executivo-chefe de Aberdeen e da Grampian Chamber of Commerce,  disse a um jornal que eles já sabiam sobre o potencial de Aberdeen e que o apoio necessário do governo vai ajudar as cidades como Aberdeen dar uma contribução ainda maior para a recuperação econômica do país.

Com uma população combinada de aproximadamente 440.000 pessoas e uma das mais baixas taxas de desemprego na Escócia, a cidade que fica ao norte da Escócia possui uma elevada atividade econômica, com uma taxa de crescimento do PIB acima da média escocesa. Também possui a segunda maior taxa de formação de novas de empresas na Escócia.

Aberdeen

Aberdeen

Diversas empresas internacionais têm grandes instalações em Aberdeen, estando entre elas: Aberdeen Asset Management, Amec, BP, BT, Chevron, Conoco Philips, Ernst and Young, First, Halliburton, Marathon Oil, Price Waterhouse Coopers, Schlumberger, Shell, e Talisman.

Os principais setores que empregam pessoas em Aberdeen são:

* Turismo e Distribuição (56 mil empregos),
* Administração Pública, Educação e Saúde (48 mil empregos),
* Indústria de Óleo e Gás (41 mil empregos)
* Bancos, financeiras e seguras (38 mil empregos),
* Manufatura (11.600 mil empregos),
* Alimentação, agricultura e transformação de pescado (8500 mil empregos),
* ICT (5 mil empregos),
* Construção (5 mil empregos),
* Fabricação de Papel (3 mil empregos).

Veja abaixo algumas vagas de emprego disponíveis em Aberdeen:


Milton Keynes

Milton Keynes fica apenas a 50 milhas de Londres, 80 milhas de Birmingham e 50 milhas de Oxford e Cambridge.

Devido à sua excelente localização, Milton Keynes é um centro chave para a logística e indústria de distribuição na Inglaterra. Excel Logistics, Domino Pizza, Office World, Alpla, Polygram, House of Fraser e Hays são algumas das grandes empresas que estão baseadas lá por causa da localização da cidade.

Aproximadamente 220.000 pessoas vivem em Milton Keynes atualmente, sendo a população de um perfil relativamente jovem, com 46 por cento das pessoas com menos de 30 anos. A uma média nacional de jovens no Reino Unido é de 38 por cento da população.

Milton Keynes

Milton Keynes

31 milhões de pessoas vão as compras nas lojas do centro comercial de Milton Keynes todos os anos. O centro comercial se tornou um dos maiores da Europa, após a abertura de um novo shopping em Setembro de 2000, onde foram investidas 180 milhões de libras.

O desemprego está em menos de dois por cento da força de trabalho total e 29 por cento da força de trabalho Milton Keynes é composta por profissional qualificados ou de nível gerencial.

Milton Keynes é uma “cidade favorável a pequenas empresas”, com 80 por cento de sua força de trabalho empregada em empresas de 10 empregados ou menos, compondo os 96 mil empregos oferecidos na cidade.

Milton Keynes tem o maior número no Reino Unido de empresas japonesas fora de Londres. Além disso, a cidade tem uma elevada percentagem de grandes empresas européias e americanas, como por exemplo, Daimler Chrysler, Minolta e Microban.

Veja abaixo algumas vagas de emprego disponíveis em Milton Keynes:


Reading

Reading foi uma das cidades menos atingidas pela rescessão de 2008/2009 tendo apenas 2.2 por cento de perdas de empregos no setor privado e enfrenta apenas 1,1 por cento as perdas de emprego no setor público.

A cidade de Reading também foi premiada com o prêmio de “melhor cidade européia para infra-estrutura” pelo Financial Times na categoria de Investimento Estrangeiros Diretos para 2010. Reading é também considerada um dos melhores centros de negócios da Europa, com 10 das 50 maiores organizações globais com sede na área.

Reading

Reading

A presença de empresas da área de IT é marcante em Reading, sendo a região citada por profissionais da área como sendo um “Vale do Silício britânico”. Entre as empresas instaladas em Reading, pode-se listar: Microsoft, Oracle, Verizon, Cisco, Prudential e Yell.

Outras empresas como HP, Dell, Accenture, Panasonic, Fugitsu, 3M e Three marcam presença em outras cidades menores, próximas de Reading.

Veja abaixo algumas vagas de emprego disponíveis em Reading:


Leeds

O setor de manufatura britânico deve continuar a crescer à medida que aumenta a demanda internacional por produtos feitos na Grã-Bretanha, segundo a Confederação da Indústria Britânica (CBI). E Leeds está bem no centro de produção no Reino Unido sendo o segundo maior fora de Londres.

Ao mesmo tempo, Leeds não é apenas dependente de um sector, sendo também um importante centro de serviços financeiros e de negócios. De acordo com o instituto responsável pela pesquisa, Leeds é a cidade com o segunda maior taxa de emprego do país (70,4 por cento).

Existem 30 bancos nacionais e internacionais, e um número similar de call centers, com sede na cidade. Estes incluem a sede do First Direct, Direct Line, Direct Halifax e o centro de operações da GE Consumer Finance no Reino Unido. Mais de 110 mil pessoas estão empregadas no setor, que responde por 25% do PIB da cidade.

Leeds

Leeds

O setor de serviços como um todo responde por mais de 80 por cento do emprego total. Com duas universidades, um dos maiores hospitais da Europa de ensino, o Departamento de Saúde (NHS) e vários outros departamentos governamentais, sendo o setor público também um grande empregador em Leeds.

Ao mesmo tempo, Leeds continua sendo um dos principais centros do país para a produção, com pontos fortes em engenharia, impressão, produtos químicos e produção de alimentos. Grandes empresas incluem DePuy Internacional, Cameron, Agfa Gaevert, Ltd Communisis Chorley, Lever Fabergé, Arla Foods e Carlsberg estão em Leeds.

A cidade também tem uma reputação bem estabelecida como um centro de mídia e comunicações. O setor inclui as principais empresas e organizações regionais, tais como jornais Yorkshire Post, Yorkshire Television, Orange  Multimedia e BBC Norte. Várias agências de grande porte, incluindo a agência de publicidade Advertising Principles, Brahm, Poulter e Ptarmigan são baseadas na cidade.

Veja abaixo algumas vagas de emprego disponíveis em Leeds:



Bristol

Bristol continua (entre as grandes) a ser a cidade com a maior taxa de emprego do país, com 74,2 por cento da população empregada. Este número não chega a ser surpreendente, considerando o desempenho geral de Bristol na economia e o fato de que Bristol é foi a cidade com o maior crescimento do setor privado de emprego entre 1998 e 2008.

No século 20, as atividades de manufatura em Bristol se expandiram para incluir a produção de aeronaves em Filton, seis milhas (10 km) ao norte do centro da cidade, pela Bristol Aeroplane Company, e pela fabricação de motores aeronáuticos pela Bristol Aero Engines (mais tarde conhecida por Rolls-Royce) Patchway. Na década de 1950 a empresa tornou-se um dos maiores fabricantes do país de aeronaves civis, com o cargueiro e Bristol Britannia e o enorme avião Brabazon.

Bristol

Bristol

Hoje, as grandes empresas aeronáuticas em Bristol são BAE Systems, a Airbus e a Rolls-Royce, ambas baseados em Filton.

Além da indústria aeronáutica, Britol tem uma forte indústria portuária e de produção de cigarro. Como um dos maiores portos do Reino Unido, Bristol tornou-se muito importante no comércio do tabaco. É ainda a sede da Imperial Tobacco Group, quarta maior empresa de tabaco do mundo.

Veja abaixo algumas vagas de emprego disponíveis em Bristol:


You may also like...

3 Responses

  1. Rogerio Bronsztein says:

    Roberto.

    Minha esposa e professora da UFPE e esta se preparando para fazer um posdoctor em Cambridge em Setembro do ano que vem, a ideia e irmos todos eu ela e nossos dois filhos.
    Para tanto estou começando a avaliar possibilidades de empregos na Inglaterra, atualmente sou Gerente de Projetos no C..E.S.A.R, um grande instituto de tecnologia aqui de Recife e gostaria de entender um pouco melhor o mercado e quais suas maiores carências para eventualmente me preparar.
    Tambem entender como funciona o modelo de visto de trabalho ai, tive uma informação de que no meu caso como acompanhante de uma estudante, meu visto seria de apenas 6 horas de trabalho o que dificultaria uma alocação, voce conhece este processo ?

  2. luana says:

    olá Roberto,
    parabens pelo conteudo tão util e bem escrito,
    estou a procura de maiores informações a respeito da vida em edinburgh,mas esta mega dificil encontrar,blogs de brasileiros que moram lá,será que vc tem alguma indicação?
    estou a procura deste contato para maiores informações,referentes a segurança,pois é infelizmente por este motivo que estou decidida a sair definitivamente do brasil,
    tenho 30 anos e sou instrutora de yoga,tenho passaporte europeu,não estou indo para o reino unido como a maioria dos imigrantes,e nem um pouco disposta a fazer as coisas com o tipico jeitinho brasileiro,(aquele no mau sentido da expressão)por isso estou em busca de contato com gente séria,que possa dar informações a respeito da cidade,ou quem sabe se edinburgh não for uma cidade segura,até quem sabe,alguma indicação de outras cidades,
    procuro uma cidade onde eu possa;
    -ir ao caixa eletronico sem medo de assalto
    -parar no transito sem medo de sequestro relampago
    -sair pra viajar sem medo de quando voltar tenham levado tudo que tinha em casa

    enfim os motivos são mega desagradaveis,mas infelizmente verdadeiros e que fazem parte do meu dia a dia,espero poder contar com alguma dica,informação ou indicação tua,

    por em quanto obrigada,

    lorena

  3. Catia says:

    Olá. Sou portuguesa e preparo-me para partir para Swansea para uma entrevista na área da saúde e gostaria de saber se me podem dar algumas dicas, principalmente na melhor forma de chegar à cidade e se a língua inglesa é falada habitualmente pelos habitantes pois sei que a pronuncia de gales é diferente.
    Não sou brasileira, mas espero que me possam ajudar pois não conheço ninguém naquela zona do país e é muito bom ter alguém que nos ajude na nossa lingua. Obrigada