O Aborto no Reino Unido é Legal

Isso mesmo. O aborto no Reino Unido é legalizado.

Então, qualquer mulher que tiver resolvido a terminar a gravidez para que não resulte no nascimento de um bebê pode abortar no Reino Unido.

As pessoas usam várias formas para falar sobre o termo aborto. Algumas vezes, os profissionais da área da saúde podem usar o seguinte termo : ‘Termination of pregnancy’ or ‘termination’.

Decisão difícil

Existem muitas razões pelas quais uma pessoa venha a decidir abortar – por exemplo, pode ser pelas atuais circunstâncias pessoais, pode também ser pelo fato da saúde da pessoa correr risco durante a gravidez (se a pessoa tiver algum tipo de doença existente e não conseguir tomar conta de si propria).

O fato é que a lei no Reino Unido faz legal o aborto durante as primeiras 24 semanas de gravidez, contanto que alguns critérios sejam estabelecidos.

Contanto, o aborto deve ser realizado em um hospital ou em uma clinica especializada; ou dois médicos devem concordar que o aborto causaria menos danos à saude mental ou física da mulher do que continuando com a gravidez.

O aborto é legalizado na Inglaterra

O aborto é legalizado na Inglaterra

Esta lei foi estabelecida em 1967 e é chamada “the abortion act”

Abortos realizados no NHS – Rede Pública de saúde do Reino Unido

Se a pessoa quiser fazer um aborto no NHS, deve discutir as opções com um profissional da área da saude. Deverá possuir referência de dois medicos que tem que estar em concordância com a lei.

Geralmente, o primeiro médico é o seu GP (o clínico geral da pessoa) e o segundo é um médico que trabalha no hospital ou numa clínica onde o aborto será realizado.

Mas a lei também diz que um médico também pode recusar aprovar uma mulher para aborto se este médico tem uma objeção moral contra isto. Se isto for o caso, eles devem recomendar um outro médico para ajudar.

Em algumas áreas locais, as mulheres podem se referir à Pregnancy Advisory Service, sem pedir uma referência de um médico local. No entanto, devem também falar com outros profissionais da área da saude como os GP’s, ou alguma outra clinica que irá recomendar conversar sobre o assunto.

O aborto é legalizado na Inglaterra

O aborto é legalizado na Inglaterra

Abortos Pagos

A pessoa também pode contatar uma clínica de aborto privada, sem ter que contatar um médico. No entanto, o NHS pode não pagar pelas despesas, e a concordância de dois médicos ainda é requerida. A clínica particular organizará tudo o que for necessário. O custo para abortos dependem de vários fatores, incluindo: qual será a empresa que fará o aborto, o estágio da gravidez (o quanto mais cedo melhor), se é preciso uma internação (para passar a noite) e o método usado para o procedimento.

Este é um assunto muito delicado e exige muita atenção. Apesar do país apoiar a decisão da futura (ou não) mamãe, todos os fatores devem ser levados em conta (físicos e mentais) antes de tomar esta difícil decisão.

Fonte: NHS.uk

You may also like...

3 Responses

  1. Ro says:

    Sou totalmente a favor do aborte , existem garotas de apenas 12 anos gravidas , ou ate menos . Melhor uma coisa legalizado do que ilegal , super a favor da legalização do aborto no Brasil .

  1. 9 de February de 2012

    …[Trackback]…

    Read More here…

  2. 18 de February de 2012

    Visitor recommendations…

    […]one of our visitors recently recommended the following website[…]……