Motivos gerais para recusa de visto de entrada no Reino Unido (Inglaterra, Escócia e Irlanda do Norte)

Os vistos de permissão para entrada  no Reino Unido (incluindo Inglaterra, Escócia e Irlanda do Norte) têm diferentes requisitos e por consequência diferentes razões para recusa. Por exemplo, para o visto de visitante ou estudante, é necessário que o requerente apresente comprovação financeira suficiente para mantê-lo durante sua estadia. Já para vistos de noivos(as) não é necessárua a comprovação financeira, mas é necessária a comprovação do casamento em menos de 6 meses.

Aqui NÃO estão listados TODOS os motivos para recusa de vistos! Requisitos para outros vistos são comentados nos outros artigos específicos sobre cada visto.

Agente de Imigracao conferindo passaporte

Agente de Imigracao conferindo passaporte

Estão listados aqui os motivos GERAIS que aplicam-se a QUALQUER pedido de visto, seja para a embaixada britanica ou seja no aeroporto de Heathrow ao solicitar sua entrada como visitante no Reino Unido.

Razões pelas quais uma permissão de entrada (visto) para entrar no Reino Unido PODE ser recusado ( Atenção ao “PODE ser recusado”, cabe ao Oficial de Imigração decidir)

(1)   Caso o requerente do visto esteja sendo procurado por algum motivo não citado nessas regras.

(2)   caso o candidato a entrada para o Reino Unido seja atualmente objeto de uma ordem de deportação;

(3)   falha ao apresentar ao Oficial de Imigração um passaporte válido ou outro documento de forma satisfatória, que estabelece sua identidade e nacionalidade; O único documento brasileiro atualmente reconehcido por oficiais de imigração é o passaporte.

(4)   falha em convencer o Oficial de imigração, de que o viajante tem apenas a intenção de realizar uma conexão aérea, caso seja essa a intenção inicial demonstrada ao desembarcar no Reino Unido.

(5)   no caso de um viajante que já possui um visto nacional, falha ao fornecer para ao Oficial de Imigração um passaporte ou outro documento de identidade válido e que contenha uma autorização de entrada válida no Reino Unido, emitido para os fins a que a entrada é solicitado;

(6)   caso o secretário de Estado britânico requereu pessoalmente a exclusão de uma pessoa do Reino Unido ao favour do  interesse público;

(7)   salvo em relação a uma pessoa estabelecida no Reino Unido ou em que o Oficial de Imigração está convencido de que existem fortes razões que justifiquem a admissão, o inspetor médico pode declarar que por razões médicas, não é desejável a admitir o viajante no Reino Unido.

(7A) quando forem apresentados falsos documentos ou informações falsas

(7B) Caso o requerente tenha previamente violado as leis de imigração do Reino Unido por:

(a) Prolongando sua estadia ilegalmente;

(b) quebrando uma condição associada a sua licence (por exemplo, trabalhando no caso de um estudante que não tem permissão para trabalhar);

(c), tendo entrado ilegalmente;

(d) sendo desonesto em um pedido de permissão de entrada (anterior), para entrar ou permanecer (independente se o pedido foi bem sucedido ou não);

A NÃO ser que o requerente:

(i) Tenha prolongado sua estadia por 28 dias ou menos e tenha deixado o país voluntariamente, não à custa (direta ou indiretamente) do governo britânico;

(ii) tenha sido desonesto em um pedido de autorização de entrada a pelo menos mais de 10 anos;

(iii) deixou o Reino Unido voluntariamente, não à custa (direta ou indiretamente), do governo britânico, há  mais de 12 meses atrás;

(iv) deixou o Reino Unido, voluntariamente, à custa (direta ou indiretamente), do governo britânico, a pelo menos mais de 5 anos atrás, ou

(v) foi removido ou deportado do Reino Unido a mais de 10 anos atrás.

Quando mais de uma violação das leis de imigração do Reino Unido ocorre, apenas a violação a que conduz ao mais longo período de ausência do Reino Unido serão relevantes ao Oficial de Imigração.

As regras acima (parágrafo 7B) não se aplicam nas seguintes circunstâncias:

(a) Se o candidato está aplicando por um visto como:

(i) o cônjuge, parceiro civil, parceiro não-casado ou parceiro do mesmo sexo.

(ii) um noivo (a) ou parceiro civil.

(iii) um pai, avô ou outro dependente direto (sujeito a alguns níveis de parentesco),

(iv) uma pessoa exercendo direitos de acesso a uma criança menor de idade; ou

(v) o cônjuge, parceiro civil, parceiro não-casado ou parceiro do mesmo sexo de um refugiado ou pessoa sob Protecção Humanitária Internacional; ou

(b) quando o indivíduo estava sob a idade de 18 anos no momento de sua mais recente violação das leis de imigração do Reino Unido.

Razões pelas quais uma permissão de entrada para entrar ou sair do Reino Unido NORMALMENTE SERÁ RECUSADO

(8)   falha ao comunicar ao Oficial de Imigração informações claras que possam ser necessárias para a decisão sobre a concessão do visto.

(8A) quando o requerente está for a do Reino Unido, e falha em fornecer todas as informações, documentos, cópia de documentos ou relatórios médicos solicitados por uma autoridade britânica;

(9) falha de um requerente, retornando como residente, em satisfazer o oficial de imigração que ele preenche os requisitos do parágrafo 18 do Regimento, ou que ele pede licença para entrar com a mesma finalidade para a qual sua primeira licença foi concedida;

(10) a produção pelo requerente de uma autorização para entrar no Reino Unido,  EM um passaporte nacional ou documento de viagem emitido por uma entidade ou autoridade territorial que NÃO é reconhecida pelo Governo de Sua Majestade ou como um estado que não seja tratado como um governo por eles, ou que não aceitam passaportes Reino Unido com a finalidade de seu próprio controle de imigração, ou um passaporte ou documento de viagem que não cumpra com a prática de um passaporte internacional;

(11) que o requerente tenha previamente planejado de forma significativa para frustrar as intenções do presente regulamento.

(12) Suprimido do regulamento.

(13) no caso de viajantes com outros destinos após um período no Reino Unido, falha para satisfazer o oficial de imigração que o viajante vai ser admitido em outro país depois de sua estadia no Reino Unido;

(14) recusa, por um sponsor (patrocinador) de um candidato a entrar no Reino Unido a dar, se solicitado a fazê-lo, uma declaração por escrito, que será responsável pela manutenção da pessoa visitante e de alojamento para o período do qual o visto estará sendo concedido;

(15) a realização de declarações falsas ou o falha de demonstrar qualquer fato relevante para efeitos de obtenção de um documento de trabalho da imigração (caso seja necessário para a obtenção do  visto);

(16) falha, no caso de uma criança com idade inferior a 18 anos que procura entrar no Reino Unido, exceto em conjunto com um pedido feito por seus pai(s) ou responsável legal, em fornecer aos serviços de imigração, se necessário, uma autorização por escrito de seu pai (s) ou responsável legal; a ressalva do requisito de autorização por escrito não se aplica no caso de uma criança entrando no Reino Unido como um requerente de asilo;

(17), exceto em relação a uma pessoa já estabelecida no Reino Unido, recusa de se submeter a um exame médico quando solicitado a fazê-lo pelo funcionário da imigração;

(18) salvo se o Oficial de Imigração está convencido de que a admissão será justificada por fortes motivos, convicção em qualquer país, incluindo o Reino Unido de uma infração que, se cometida, no Reino Unido, é punida com pena de prisão de 12 meses ou qualquer punição maior, ou, se praticada fora do Reino Unido, seria tão punível como se a conduta que constituem a infracção tivesse ocorrido no Reino Unido;

(19) onde, a partir de informações disponíveis para o oficial de imigração, lhe pareça que a liberação da entrada no território britânico não seja bom para o interesse público. Por exemplo, se a pessoa não parecer ser de bom caráter ou boas associações.

(20) falha por um candidato a entrada no Reino Unido para cumprir uma exigência relativa ao fornecimento de dados físicos a que está sujeito por regulamentos elaborados sob a seção 126 da Nacionalidade, Imigração e Asilo Act 2002.

As informações acima foram obtidas no capítulo 9 das Leis de Imigração britânicas.

You may also like...

27 Responses

  1. priscilla dias says:

    olá no ano de 2008 entrei no reino unido como turista mas ganhei apenas uma permissão de entrada por 3 dias mas permaneci ilegal por 1 ano. Quando resolvi retornar ao brasil estava gravida de 6 meses de um cidadao britanico porem voltei atraves de uma ong chamada iom.o pai do meu bebê veio ao brasil registrar o nosso filho no final do ano passado.No dia 19 de junho de 2010 voltei ao reino unido mas tive a minha entrada e a do meu filho negada por ter descumprido minha permissão de entrada e ter sido removida atraves da ong. Meu namorado que é ingles ainda se encontra no processo de divórcio. gostaria de saber como possso estar retornando ao reino unido?pode o pai do meu filho registra lo nos cartórios britânicos sendo que meu bebê possui apenas 8 meses?qual tipo de visto posso aplicar aqui no brasil para mim e para meu filho?

    • Roberto says:

      Priscila,

      Acredito que no seu caso o melhor a fazer é vocês casarem e você solicitar o visto de Partner (casada). A criança viajaria como sendo sua dependente e posteriormente você poderia procurar os meios para obter a cidadania britânica da criança.

      Desculpe a demora na resposta,

      Roberto

  2. fabricia says:

    ola tenho uma pegunta(duvida)meu filho nasceu em llondres ele tem 3 anos,estou no brasil tem seis meses,tem alguma possibilidade fazer um visto para retornar a inglaterra.

  3. Sonia says:

    Ola , eu tenho 40 anos e pretendo ir em outubro para a Inglaterra passar 15 dias, eu tenho passagem de ida e volta, e uma carta convite de um cidadao ingles, acontece que nao tenho carteira assinada, eu trabalho vendendo roupas (sacoleira) eu tambem tenho uma casa mais eu so tenho comprovante de compra e venda , nao tem documento, e a primeira vez que saio do brasil e pretendo ficar somente 15 dias, como comprovar isto na imigracao ?
    obrigada por qualquer informacao que voce me dar para me ajudar

    • Olá Sonia,

      O(a) Oficial de imigração que irá te “entrevistar” no aeroporto na Inglaterra para te dar o visto:
      – provavelmente não sabe português e não sabe a diferença entre uma escritura brasileira e de um “contrato de compra e venda”
      – não tem a mínima idéia do que é ser sacoleira ou do que é carteira de trabalho
      – se quiser comprovar sua renda, o oficial vai querer ver os números da sua conta bancária, cartão de crédito internacional e seu dinheiro no bolso
      – também vair querer ver prova de sua acomodação
      – também vair querer ver prova de seguro saúde
      – em último caso, leve também os contatos telefônicos do seu “patrocinador” no Reino Unido.

      Roberto

  4. Pablo says:

    Olá, Roberto, tudo bem?

    Estava pesquisando viagens para o Reino Unido e acabei encontrando seu blog. Li algumas publicações rapidamente e gostei bastante; há várias informações muito úteis.

    Enfim, faço faculdade, trabalho e pretendo viajar para a Escócia daqui um ano e meio, mais ou menos, pra ficar durante 3 semanas. Até conheço algumas pessoas lá (escoceses que conheci na Internet e que converso há alguns anos). O problema é que ando vendo a quantidade de brasileiros que são mandados de volta sem nem conseguirem passar do aeroporto e isso está me deixando um pouco nervoso, hehe.

    Venho juntando dinheiro durante um tempo, mas, mesmo podendo ter a quantia necessária, tenho receio de ser mandado de volta e todo meu esforço ter sido em vão.

    Queria saber como é realmente quando se chega lá na hora com o oficial. O que eles perguntam, se eles são rudes/grosseiros e coisas do tipo. São perguntas de aspecto bem geral, mas tenho muita curiosidade de saber isso.

    Ah, outra coisa, qual a quantia que eles geralmente exigem que se tenha por dia para se “sustentar” lá durante minha estada?

    Bom, é isso. Desde já, agradeço e parabéns pelo blog.

    • Pablo,

      Geralmente os oficiais são educados, mas isso vai de pessoa para pessoa. Como em qualquer outro lugar, nada impede de alguém ser rude com você. As perguntas variam de caso para caso, mas geralmente começam com:

      – O que você veio fazer no Reino Unido?
      – Quanto tempo você pretende ficar?
      – Onde você pretende ficar?

      Dependendo do seu visto as próximas perguntas poderão variar.

      Suponho que no seu caso, será como visitante, então existe a possibilidade de o oficial solicitar provas de que você tem dinheiro suficiente para se manter pelo período que deseja, acomodação assegurada, seguro saúde e passagem de retorno.

      Caso o oficial peça prova de que você pode se sustentar, o bom senso provavelmente será levado em consideração. Para estudantes, o Home Office exige 800 libras por mês para quem vai ficar em Londres e 600 libras para quem vai ficar fora de Londres, considerando que custos com acomodação, estudo, etc já estão pagos.

      Os seus planos de viagem têm que condizer com as suas finanças. Por exemplo, se você for para lugares distantes no Reino Unido a cada 3 dias, você precisa provar que têm dinheiro para isso. Além da grana para comer, compras, etc.

      Roberto

  5. solis says:

    Olá Rodrigo, gostaria de tirar uma dúvida, bem eu morei e Londres por dois anos passei 1 anoe meio ilegal no pais, o home office me pegou e fui removido da inglaterra em ago/2007, quanto tempo vai durar o castigo até eu poder viajar para lá novamente. Desde já agradeço!

  6. Ana says:

    Oi,Roberto tudo bem?eu morei em Londres de 2002 a 2008 por seis meses fiquei legal,depois ilegal então casei com um ingles mais meu visto de esposa foi negado o home office disse que agente podia viver no Brasil que não ia ter problemas etc…so que meu marido mora na Irlanda, a Irlanda e conectada ao Reino Unido? pois gostaria de estar indo pra la e resolver essa situaçao!!!

    muito obridada

    • Ana,

      Seu marido mora na Irlanda do Norte ou na República da Irlanda (Sul)? A Irlanda do Norte, é parte do Reino Unido, portanto as leis são as mesmas e o HomeOffice é o mesmo.

      A República Irlanda (capital Dublin) é outro governo (não é parte do Reino Unido), com leis parecidas mas com constituição diferente e não tem a imigração controlada pelo HomeOffice do Reino Unido.

      Roberto

  7. BERNARDO MOURA TARLÁ says:

    Olá Roberto,

    Estou indo estudar em Londres por um período de 5 meses e reservarei mais 1 mês para passeio na Europa. Possuo toda a estadia, escola, seguro saúde passagem de ida e volta pagos e levarei libras em dinheiro o suficiente para o período para demais gastos fora cartões de crédito.
    Como serão apenas 6 meses o total não necessito de visto, só que estou em dúvida se devo tirar o visto aqui no Brasil antes de ir. Qual a sua opnião?

    Atenciosamente,

    Bernardo.

    • Bernardo,

      O visto de visitante antecipado é recomendado para quem tem problemas imigratórios e tem um custo alto. Se você tem o dinheiro, seguro, estadia assegurada, etc.etc.etc. e não teve nenhum problema imigratório com o Reino Unido então não faz sentido vc tirar o visto antecipado.

      Roberto

  8. José Roberto Brandão says:

    Roberto, fiz um plano de viagem á Europa de forma que devo chegar a Londres no dia 16 de Maio de 2011 e sair com destino a Paris no dia 19.
    Ocorre que ambos os passaportes, meu e da minha esposa, tem validade até 13 de Novembro de 2011. Acha que terei problemas pela validade ser menor que 6 meses.
    Um abraço

    • José,

      Nunca ouvi falar de nenhuma restrição pelo fato do passaporte valer menos de 6 meses, até porque tem o consulado brasileiro em Londres que faz renovação do passaporte caso seja necessário.

      Roberto

  9. Simone says:

    Roberto,
    Quero agradecer antecipadamente a sua atenção em tentar ajudar a todos que visitam o blog.
    Conheci uma pessoa pela internet há algum tempo e decidimos por nos casar. Ele nasceu na Escócia mas já mora há 15 anos em Manchester. Tem um estabelecimento comercial próprio e casa própria também. Pode comprovar que tem como me manter durante os dois anos em que eu estiver com ele antes de solicitar meu visto permanente.
    Ele virá ao Brasil para casarmos e pretendemos em seguida (prazo do visto) ir para a Inglaterra.
    Em sua opinião e de acordo com o seu conhecimento, o fato de ele vir ao Brasil só para casarmos e queremos voltar imediatamente para a Inglaterra pode prejudicar na obtenção do meu visto?
    Você sabe informar, em média, qual o prazo para a obtenção do visto como esposa?

    Obrigada,

  10. josyana says:

    ola roberto tudo bem?
    estou com muitas duvidades!
    sera que voce poderia me ajudar?eu tenho um noivo britanico e ele
    esta vindo para o brasil para solicitarmos um visto de noiva pra mim.
    estamos querendo casar na england, mas eu nao tenho ideia de como se faz isto,gostaria de saber quais os documentos que tenho que levar´, como devo me prepara para isso?
    muito obrigada!

  11. Sâmia says:

    Olá Roberto,

    estarei indo à Inglaterra em Dezembro deste ano, se Deus quiser. Vou ficar na casa do meu namorado, que é Britânico. Vou apenas como visitante. Tenho emprego fixo, carteira assinada e só pretendo mesmo passar Natal e Ano Novo com ele e a família dele. É necessário que ele fala uma “sponsor letter” dizendo que eu vou ficar na casa dele, sob a responsabilidade dele, etc…? Ou só chegar lá com minhas passagens de ida e volta, cash e o endereço dele já bastam? Será minha 1ª viagem para fora do Brasil e já ouvi tantas histórias que me assustam, embora eu não veja nada em mim que faça o oficial da imigração recusar meu visto, afinal eu estarei indo mesmo como turista, com passagens de ida e volta compradas. Você acha necessário uma declaração do meu emprego informando que eu estou de férias naquele exato período? Isso seria aceito, de que forma eu poderia fazer isso?

    No que você puder me ajudar, eu agradeço muito! Obrigada!

  12. Ricardo says:

    Roberto, obrigado pelo seu blog, é extremamente útil.
    Preciso de sua ajuda, me chamo Sydnei

    Tenho um amigo irlandês que conheci na internet e vou pra Irlanda do Norte ficar na casa dele por 1 mês.
    Ele se prontificou a fazer uma carta convite dando informações dele e assegurando que arcará com meus custos e moradia por 1 mês. Vc tem o modelo dessa carta? Essa carta tem que ser assinada por ele e mandada pelo correrio pra que eu apresente lá na imigração quando eu chegar, correto?

    Eu saí do meu trabalho há pouco tempo, então o que eu posso levar lá é uma declaração da daculdade mostrando vínculo aqui, também vou levar passaporte, cartão de crédito internacional, cerca de 300 libras. ( Posso levar euro? E qual a quantia mínima em dinheiro vivo eu preciso levar?)

    Outra coisa, eu tenho conta na Caixa Econômia, os extratos da conta desse banco servem como prova de que tenho dinheiro pra gastar lá como visitante?

    Sei que foram várias perguntas, mas é minha primeira viagem internacional e estou super ansioso, obrigado antecipadamente ( ah, tenho inglês fluente)

    Sydnei Cavalcante

  13. Ricardo says:

    Roberto, obrigado pelo seu blog, é extremamente útil.
    Preciso de sua ajuda, me chamo Sydnei.

    Tenho um amigo irlandês que conheci na internet e vou pra Irlanda do Norte ficar na casa dele por 1 mês.
    Ele se prontificou a fazer uma carta convite dando informações dele e assegurando que arcará com meus custos e moradia por 1 mês. Vc tem o modelo dessa carta? Essa carta tem que ser assinada por ele e mandada pelo correrio pra que eu apresente lá na imigração quando eu chegar, correto?

    Eu saí do meu trabalho há pouco tempo, então o que eu posso levar lá é uma declaração da daculdade mostrando vínculo aqui, também vou levar passaporte, cartão de crédito internacional, cerca de 300 libras. ( Posso levar euro? E qual a quantia mínima em dinheiro vivo eu preciso levar?)

    Outra coisa, eu tenho conta na Caixa Econômia, os extratos da conta desse banco servem como prova de que tenho dinheiro pra gastar lá como visitante?

    Sei que foram várias perguntas, mas é minha primeira viagem internacional e estou super ansioso, obrigado antecipadamente ( ah, tenho inglês fluente)

    Sydnei Cavalcante

  14. Kelly Amorim says:

    Olá Roberto, meu noivo é brasileiro tem cidadania européia, ele morou 6 anos na Inglaterra e veio para Brasil, mais toda sua família mora lá, inclusive seus pais. Ele pode voltar quando quiser.
    Porem estamos noivos e vamos nos casar daqui a um mês aqui no Brasil. Inclusive ele se chama Roberto também RS
    Porem gostaria de saber o que é necessário para arrumar toda a minha documentação, pois pretendo morar lá com ele, após nos casarmos aqui no Brasil.
    É preciso tirar o visto aqui no Brasil? Se for como posso proceder, moro em SP?
    Ou a autorização pode ser concedida no aeroporto com a imigração?
    É necessário mudar meu passaporte? Fazer outro, após o casamento?
    Não sei falar inglês será que isso impede junto à imigração?
    Por favor, me ajude, pois temos muita urgência de ir para lá, não quero ter problemas com a imigração.

  15. david says:

    boas, eu vivi 5 anos no reino unido,e tive de voltar para portugal estou aki ha 3 anos pq a minha mae apanhou cancro e entao eu nao fechei conta do banco e tinha a mensalidade da internet,sera que ao entrar em uk irei ter algum problema? acho que nao desde que va as entidades para resolver…alguem me sabe responder?

  16. Filipe says:

    Boa tarde. Estou indo trabalhar no UK como profissional qualificado (skilled work) como transferência dentro da minha empresa para curto prazo (Tier 2). Minha companheira e eu estamos juntos há 11 anos (eu tinha 16) mas não somos casados. A minha dúvida é o nosso estado civil e como comprovar, já que ela vai junto. Podes me dar uma ajuda? Obrigado.

  17. Vanessa says:

    Oi Roberto,tudo bem?

    Fiquei ilegal na Inglaterra por 3 anos,sai e não carimbaram o meu passaporte.Estou na Italia,peguei o meu permesso porque estou fazendo a minha naturalizacao Italiana.Vou tentar voltar para Londres com uma carta convite.Será que vou ter problemas?

    Obrigada.

  18. leandro says:

    roberto eu sou tecnico geral na area de telefonia móvel(manutençao de celular,desbloqueio de celular,atualizaçao de software,gerenciamento de software)e eu quero ir trabalhar no reino unido o que eu presciso pra trabalhar lá nessa area?sou perito nessa area tudo o que vc pode imaginar que possa ser feito em um celular eu faço…

  19. tatiana says:

    ola sou brazileira e morei em londres por 2 anos ilegal conheci meu marido la ele Sul africano. Bem Nos casmaos na africa do sul em dezmbro. ele continua em londres ele e Residente em londres e trablaha na Royal Marinne . Agora estou no Brazil e predento tirar meu visto de esposa, nao sei como iniciar o visto oque devo fazer? quais soa meu deveres e meu direitos ?Obrigado