Como se adaptar à cultura britânica

Obviamente que não existe uma formula mágica para em 3 dias qualquer brasileiro estar totalmente adaptado à cultura britânica. Mas uma vez morando na Inglaterra, Escócia ou Irlanda, fica praticamente impossível viver sem a influência cultural de tudo que está ao seu redor.

Algumas dicas são muito importantes para que facilite o processod de adaptação, evitando gafes e situações contrangedoras.

  1. Esqueça os esteriótipos. Muitos esteriótipos sobre ingleses e escoses que são criados no Brasil não dizem respeito a muita gente no Reino Unido. Abandone idéias de que ingleses são pessoas fechadas, não tomam banho e são pontuais em tudo. Tenha a mente aberta e pronta para observar e enteder a cultura e os costumes ao seu redor. Você poderá conhecer pessoas mais legais do que qualquer brasileiro que você já viu, ou poderá conhecer pessoas fanáticas por limpeza, e provavelmente sofrerá muuuito com atrasos de trens.
  2. Entenda as diferenças. O Reino Unido é composto por diferentes países (Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales) . Cada região pode ter diferentes tradições, dialetos, costumes e até mesmo linguagem! Conhecer a cultura inglesa em Londres é uma experiência totalmente diferente de viver em um vilarejo ao Norte da Escócia. Evite generalizar. Assim como no Brasil. O cardápio de um restaurante no Rio Grande do Sul pode ser bem diferente de outro no Rio Grande do Norte.
  3. Acostume-se a espaços apertados. O Brasil é um país enorme. Comparando com os preços de terra na Inglaterra, terrenos no Brasil podem ser adquiridos por preços inacreditavelmente baixos. Ao contrário, no Reino Unido, o preço de terrenos, moradias e tudo mais é elevadíssimo, fazendo com que pequenos flats de menos de 20 metros quadrados sejam vendidos a preços que pode-se comprar uma fazenda no Brasil.
  4. Frequente os Pubs. Tem muito brasileiro passeando por terras britânicas e nunca entrou em um Pub. Pub é a abreviação de Public House, que na verdade é o ponto de encontro da sociedade britânica.  Em pubs, você terá a oportunidade de conhecer pratos da culinária britânica (sim eles existem!), ouvir gírias de todos os gêneros, conhecer pessoas novas, e muito mais. Cada pub tem suas características próprias. Uns são especializados em jogos, outros em culinária, outros são largados mesmo. Conheça vários pubs e você não se arrependerá. O preços também variam. Alguns deles podem oferecer refeições descentes e serem tão baratos quanto McDonalds ou Subway.
  5. Seja Educado(a). Aprenda a viver em sociedade e respeitar os outros ao seu redor. A maioria dos britânicos preza muito a educação e provavelmente a palavra mais dita por grande parte da população é “Please”. Já vi pessoas falando “please” 5 vezes em frases com 10 palavras. Se você esbarrar em alguém, peça desculpas. Mesmo se a pessoa não tiver culpa, provavelmente ela pedirá desculpas para você também.  Segurar a portas para outros pessoas passarem também é muito comum.
  6. Aprenda a fazer fila. Ops, Fila? Isso mesmo! A maioria dos britânicos prezam muito pela educação. Qualquer indício de aglomeração de pessoas ou carros para passar transforma-se em uma fila (“queue”) rapidamente. Aprenda a respeitar e esperar a sua vez de subir a escada rolante do metrô ou sair de uma rodovia.
  7. Acostume-se com o sotaque inglês, escocês, irlandês ou galês. Todos tem sotaque bem diferentes. E todos os sotaques do Reino Unido são diferentes do sotaque americano. Alguns londrinos não entendem escoceses. Alguns americanos não entendem bem ingleses. E ninguém no mundo entende o que falam os galeses.
  8. Não pense que o Reino Unido é somente Londres. Ou você acha que alguém fica conhecendo o Brasil apenas visitando São Paulo? A vida fora de Londres é beeeem diferente da frenética capital.

You may also like...

4 Responses

  1. Vivian says:

    Olá Roberto, como vai?
    Primeiramente parabéns pelo site, é muito interessante e esclarecedor…
    Tenho uma dúvida, e se vc puder tirá-la, agradeço muito.
    Bom, pretendo ir morar na Escócia daqui a um tempo, e estou analisando bastante a situação, mas a minha questão é, se é possível trabalhar na minha área (sou dentista) falando somente o inglês, ou se o mercado de trabalho exige o escocês?
    Obrigado pela atenção.

    • Roberto says:

      Vivian,

      A língua falada na maior parte da Escócia é inglês, com um sotaque que ninguém entende, mas é inglês. Alguns locais muito específicos têm dialetos diferentes, mas é bem a minoria. Vc não teria problema nenhum, a não ser entender o sotaque dos escoceses nos primeiros meses.

      Desculpe a demora na resposta,

      Roberto

  2. Ancelmo says:

    Olá Roberto,

    Parabéns pelo seu trabalho na net, muito bom mesmo. Achei o seu site aleatoriamente durante uma pesquisa que estou fazendo, afim de publicar um artigo sobre um aspecto cultural de qualquer país de língua inglesa. Li o que você escreveu sobre os Pubs e penso que daria um bom texto. O que mais você poderia me dizer sobre isso ou se por acaso teria uma sugestão melhor para meu estudo. Muito obrigado desde já.

    Ancelmo
    aluno da Universidade Federal de Sergipe

  3. Ana Clara says:

    Gostei muito do post, é bom pesquisar sobre os costumes antes de viajar para um país! Gostaria de saber qual a idade mínima para entrar em baladas na inglaterra (mais especificamente cambridge e oxford). Obrigada :)