Como obter o Insurance Number

Todo mundo na Inglaterra precisa de um número de segurança social, que é conhecido de National Insurance Number. Esse número é usado para gravar as contribuições para a segurança nacional, que você tem que pagar quando você está trabalhando. Seus futuros benefícios (benefícios como seguro desemprego, aposentadoria, e muito outros) irão depender dessas contribuições registradas no seu número de segurança social (National Insurance Number).

Todos os empregadores exigem que qualquer novo empregado apresente o Insurance Number, porque todas as empresas são obrigadas a descontar um montante do salário de todos os funcionários e enviar diretamente para o governo britânico como sendo uma contribuição.

Cartão do National Insurace Number

Cartão do National Insurace Number

Os direitos a benefícios de seguro desemprego ou incapacidade de trabalhar, subsídio de maternidade e aposentadoria ou pensão para viúvas dependem das contribuições realizadas ao National Insurance Number.

O National Insurance Number, deve ser solicitado se você é:

1. recentemente contratado por uma empresa, ou
2. está ativamente à procura de emprego

Se você já arranjou um emprego na Inglaterra recentemente, então é bem mais simples. Tudo que você precisa fazer é ligar para o Serviço Nacional de Seguros (National Insurance Office) da região em que você reside.

Eles vão fazer um monte de perguntas, a maioria delas demográficas (como idade, cor da pele, residencia, etc), e marcar uma visita ao NI Office, levando consigo uma carta do seu empregador declarando os seus dados de emprego. O RH da sua empresa provalvemente saberá o que escrever na carta e já estará lhe cobrando para informar o seu número de segurança social.

Enquanto uando você não receber o número do NI, o governo britânico irá lhe fornecer um número temporário que desconta a maior quantidade de imposto possível com base no seu salário.

As empresas são proíbidas de recusar candidatos que não possuem o National Insurance Number, mas se você está ativamente à procura de emprego é aconselhável obter o NI para facilitar as coisas na contratação.

Mas para isso o governo britânico exige que você prove que está procurando emprego. Para isso basta ter em mãos seu currículo atualizado e três ou quatro cartas (ou emails impressos) de diferentes empresas recusando você no processo seletivo.

Quando você é recusado para uma vaga de emprego, ao contrário do Brasil, a empresa ou agência de recrutamento geralmente envia cartas, emails, ou lhe contata por telefone para informar que sua aplicação não foi bem sucedida.

Depois de ter juntar as cartas de recusa, e seu passaporte ou Carteira de Identidade Nacional de algum país da união européia, basta ligar e agendar uma entrevista no Instituto Nacional de Seguro Social (que na verdade é um escritório JobCentre Plus).

O JobCentre Plus funciona na Inglaterra como sendo uma agência de recrutamento do governo, onde empresas podem anunciar vagas e candidatos podem se candidatar e serem orientados sobre como obter melhores chances de serem contratados.

A entrevista é bem simples com o principal intuito de conferir alguns itens básicos como por exemplo o seu direito de trabalhar no Reino Unido, sua residência, etc. Seu passaporte será verificado e você também deverá apresentar algum outro documento como certidão de casamento ou nascimento original. Geralmente não precisam ser traduzidas, mas confirme com o funcionário do JobCentre Plus quando marcar a entrevista.

Depois de alguns dias você receberá uma carta, indicando o seu número definitivo do Insurance Number. Nenhum cartão ainda. O cartão virá depois de cerca de 4 -6 semanas depois de receber essa carta, mas o número indicado no cartão será o mesmo da carta que é o seu National Insurance Number definitivo.

Tenha cuidado com ele, e não divulgue a ninguém, exceto para o seu empregador ou agência de recrutamento pois em mão erradas, seu número pode ser usado em fraudes contra a previdência social britânica.

Assim que conseguir um emprego, informe os seu Insurance Number para seu empregador para assegurar que qualquer contribuição paga ao governo estará em seu nome. Para ter certeza, verifique se o número do Insurance Number aparece corretamente no seu holerite.

You may also like...

9 Responses

  1. Mauro says:

    Tenho cidadania italiana, 51 anos, divorciado e pretendo me mudar para Londres em meados de maio. Sou da área de tecnologia (Gerente de Projetos), porém minha pretensão é trabalhar em cozinha, pois gosto do trabalho, falo ingles, e acredito que terei mais sorte nesta área. Já tive experiência de morar em Londres em 1989, fui chef de cozinha e fui registrado no restaurante.
    1 – Nesta crise atual (desemprego, financeiro, etc ) como estão as contratações para os “sub-empregos”? Com a minha idade, teria mais dificuldade em me alocar num restaurante ou os ingleses não dão tanta importância para idade e sim para a experiência? Na verdade, estava pensando em me estabelecer e ficar na Inglaterra definitivamente e quero aproveitar o direito de ser um cidadão europeu. Fico na dúvida em fazer essa mudança drástica, porém acho que será significativa para mim, mesmo neste estágio de vida.
    2 – Na época (1989) tirei o Insurance Number, porém perdi meu cartão. É possível solicitar uma segunda via do IN ou teria que fazer um novo pedido?

    • Roberto says:

      Olá Mauro,

      1 – Depende do que vc considera “Sub-emprego”. A crise tá brava, mas depende muito do setor. Acredito que o setor de alimentação não sofreu tanto quanto outros setores como o setor de construção civil. De qualquer maneira as empresas estão voltando a contratar nesse ano e a taxa de desemprego está diminuindo bem aos poucos. Vc com certeza pode ter dificuldades em empregos que requerem força física. Mas como vc mesmo afirmou, a experiência é sua aliada. Tudo vai depender do empregador. Por que vc não tenta tb continuar aqui como gerente de projetos (que é uma área aqui com muita gente de idade superior aos 50), junta uma graninha e depois de uns 2 anos abre seu próprio restaurante? Com a crise, os valores de aluguéis de imóveis comerciais caíram drasticamente. É muito mais barato alugar um imóvel comercial do que um residencial. Algumas empresas chegam a oferecer os 6 primeiros meses de aluguel grátis, apenas para conseguir pegar clientes a longo prazo. Mas vc precisa estar vivendo no país por algum tempo para conseguir aprovação de crédito.

      2 – Basta contactar o Job Centre plus. Provavelmente eles ainda tem o seu número antigo e irão fornecer outro para vc. Afinal, é um número que garante a previdência e vale pra vida toda.

      Roberto

      • Mauro says:

        Finalmente estou de malas prontas para o UK e no próximo dia 04/10, já estarei com os pés fincados em Londres. Foram mais de 6 meses entre idas-e-vindas neste site que considero o melhor em referência para quem está pretendendo conhecer ou ir morar no UK.
        Consegui receber aqui em casa o meu IN, que havia perdido. Realmente eu achava que não iam enviar por estar no Brasil. Graças às indicações sua Roberto!!
        Agora tenhos as temidas dúvidas: o que fazer assim que chegar? claro que é o emprego, mas em relação à documentação que preciso ter para ficar legalmente como trabalhador residente do UK. Sou cidadão italiano, mas gostaria de ter todos os documentos que um cidadão inglês tem. Tenho que ter mais algum registro para ser feito no UK?
        Obrigado pelas dicas valiosas.
        Abraços,
        Mauro

        • Olá Mauro,

          Lhe desejo boa sorte na empreitada! Fico feliz que o site ajudou e você conseguiu receber seu Insurance Number.

          Com relação a emprego, acredito que você não precisa de mais documentos. O passaporte e o IN são suficientes. Não esqueça de dar aquela geral no currículo e comprar um numero de telefone assim que vc pisar em Heathrow. Informe no seu curriculo um endereço britânico. Dependendo do cargo que você procurar, podem ser requisitados documentos como carta de motorista, mas isso vc adquiri com o tempo, pois a carta brasileira vale por um ano.

          Como cidadão europeu você já tem direito a residir, trabalhar, estudar, etc. Até existe um registro que você pode fazer no HomeOffice, mas não faz diferença nenhuma para você tê-lo ou não, a não ser que você pretenda se naturalizar britânico no futuro ou solicitar visto para familiares brasileiros. Clique aqui para ver info sobre o EEA1.

          Novamente, boa sorte Mauro!

          Roberto

  2. Emanuel Cabral says:

    gostaria de saber ? sou brasileiro tenho residencia em Portugal de 2 anos, estou indo viver em londres. Por ter a autorização de residencia de cá isso vai ajuda-me em algunha coisa?

    • Emanuel,

      A autorização de residência em Portugal não é reconhecida para residência no Reino Unido. Para residir e trabalhar em Londres, você deverá ter um visto apropriado para isto, como Family Permit, ou nacionalidade européia, etc.

      Roberto

  3. Diane Avelar says:

    ola td bem?tenho adorado imenso o site. Bom eu venho tirar uma duvida,sou brasileira e moro em portugal ha quase 5 anos e tenho cartao de residencia de familiar da uniao europeia que tem validade de 5 anos pk sou casada com portugues(mas ja pra divorciar esse mes) e tenho uma filho nascido ca com tambem nacionalidade portuguesa. Minha mae ta a viver em Inglaterra(croydon) e é casada com portugues e ja tem os papeis dela todos legais,minha pergunta é: Tendo minha residencia como disse anteriormente e tendo filho europeu,consigo me legaliar em inglaterra?Gostaria mt de saber isso pois vou pra la pra ficar c minha mae e tentar organizar minha vida,visto q actualmente estou gravida de 5 meses.
    Obrigada

  4. Diane Avelar says:

    ola,td bem?adoro imenso teu site,é muito versatil. Bom gostaria mt q me pudesses ajudar com uma duvida. Sou brasileira,vivo em portugal ha quase 5 anos e tenho cartao de residencia de familiar da uniao europeia pois tenho um filho nascido ca e sou casada com portugues(mas em principio o divorcio sai esse mes)e meu cartao tem validade de 5 anos,vence em 2014,minha mae mmora em Inglaterra e e casada com portugues e ja tem os papeis dela tratado,vou esse mes pra Inglaterra pra viver la e começar do zero,uma vida nova..gostaria de saber se eu com meu cartao de residencia e por ter filho europeu e minha mae estar la legal se é possivel eu tbm conseguir meus papeis e se minha residencia vale de alguma coisa la..preciso mt saber isso.
    Obrigada

  5. Diane Avelar says:

    ola,td bem?adoro imenso teu site,é muito versatil. Bom gostaria mt q me pudesses ajudar com uma duvida. Sou brasileira,vivo em portugal ha quase 5 anos e tenho cartao de residencia de familiar da uniao europeia pois tenho um filho nascido ca e sou casada com portugues(mas em principio o divorcio sai esse mes)e meu cartao tem validade de 5 anos,vence em 2014,minha mae mmora em Inglaterra e e casada com portugues e ja tem os papeis dela tratado,vou esse mes pra Inglaterra pra viver la e começar do zero,uma vida nova..gostaria de saber se eu com meu cartao de residencia e por ter filho europeu e minha mae estar la legal se é possivel eu tbm conseguir meus papeis e se minha residencia vale de alguma