Dados gerais sobre Londres – Parte 1

Londres é a capital da Inglaterra e do Reino Unido. Londres tem sido uma grande cidade pelos últimos dois milênios, e a história de Londres volta a sua fundação pelos romanos, quando foi nomeada Londinium. A “City of London”, que consiste na região central da metrópole, mantém a sua fronteiras medievais. E pelo menos desde o século XIX, o nome “London” também se referiu à metrópole desenvolvida em torno desse centro.

Hoje, a maior parte da área urbana constitui a região de Londres e da Grande Londres, com o seu próprio prefeito eleito e assembléia política (Diferentemente de muitas outras cidades do Reino Unido).

Londres é um dos maiores centros financeiros do mundo. O centro de Londres abriga a sede de mais da metade das 100 maiores empresas do Reino Unido (segundo o índice FTSE 100) e mais de 100 de 500 das maiores empresas da Europa. A influência de Londres, em política, finanças, educação, entretenimento, mídia, moda, artes e cultura em geral, contribui para a sua posição global. É um importante destino turístico para os visitantes nacionais e estrangeiros.

Londres tem uma diversidade imensa de povos, culturas e religiões, e estima-se mais de 300 línguas são faladas no seu território, promovendo a fama de Londres ser a cidade mais cosmopolita do mundo!

Segundo census de 2007, reside dentro dos limites de Londres uma população de 7.556.900 pessoas, dando o título a Londres de ser o município mais populoso da União Europeia. A Londres de rede de metro (chamada popularmente como Tube ou oficialmente como Underground), é a rede ferroviária subterrânea mais extensa do mundo.

O Aeroporto de Heathrow (propriedade da British Airways) é o aeroporto mais movimentado do mundo em número de passageiros internacionais e do espaço aéreo é o mais movimentado de qualquer urbana centro do mundo.

Governo de Londres

Londres-Bigben

Pontos de destaque em Londres. Canary Wharf, Bigben, London bridge...

A administração de Londres é formado por duas camadas, uma que abrance toda a cidade (prefeitura) e outra constituida por pequenas administrações locais (sub-prefeituras). A administração da grande Londres é coordenada pela Greater London Authority, enquanto as sub administrações locais são realizadas por 33 entidades de menor dimensão.

As autoridades locais são os conselhos dos 32 distritos de Londres e da City of London Corporation. Eles são responsáveis pela maioria dos serviços locais, como o planejamento local, escolas, serviços sociais, estradas e locais de recolha de lixo. Algumas funções, tais como gestão de resíduos, são fornecidas através de um regime comum para todas as sub administrações.

Policiamento em Londres, com exceção da Cidade de Londres, é fornecida pelo Serviço de Polícia Metropolitana, supervisionado pela Metropolitan Police Authority. A cidade de Londres tem a sua própria força policial – a Polícia de Londres. A Polícia de Transporte Britânica é responsável pelos serviços de polícia na National Rail (estações de trens) e serviços de metrô de Londres na capital.

A Greater London Authority (prefeitura) é composta por duas partes eleitas pelo povo, o prefeito de Londres (que tem poderes executivos), e a Assembleia de Londres, que examina as decisões do prefeito e pode aceitar ou rejeitar propostas de seu orçamento a cada ano. A sede da Prefeitura, é o City Hall em Southwark, e o atual prefeito chama-se Boris Johnson.

Governo Nacional em Londres

Londres é uma cidade importante, porque a maior parte do Governo do Reino Unido está localizado ao redor do Palácio de Westminster. Muitos departamentos governamentais estão localizados perto do Parlamento, particularmente ao longo da Whitehall, incluindo a residência do Primeiro-Ministro Gordon Brown no número 10 da Downing Street.

O Parlamento britânico é muitas vezes referido como a “Mãe dos Parlamentos” porque ele foi o modelo para a maioria dos outros sistemas parlamentares do mundo.

Distritos de Londres

A vasta área urbana de Londres é frequentemente descrito usando um conjunto de nomes de bairros, como a Bloomsbury, Mayfair, Wembley e Whitechapel. Estas são ou denominações informais, refletindo os nomes das aldeias que foram absorvidas pela expansão da cidade, ou são nomes de antigas unidades administrativas, tais como paróquias ou bairros antigos.

Esses nomes têm permanecido em uso através da tradição, cada um referente a um local com as suas características próprias, mas sem limites oficiais até então.

Desde 1965, Londres foi dividido em 32 distritos de Londres, para além da antiga cidade de Londres. A City de Londres (bem no centro) é o principal distrito financeiro e Canary Wharf foi recentemente desenvolvido como sendo um novo centro financeiro e comercial, nas Docklands, a leste da City.

O West End, é a área entretenimento de Londres e uma importante zona comercial, atraindo turistas moradores em busca de diversão. O Oeste de Londres inclui luxuosas áreas residenciais onde as propriedades podem ser

vendidas por dezenas de milhões de libras. Para ter-se uma idéia, o preço médio das propriedades em Kensington e Chelsea é £ 894.000.

Os arredores do East End presenciaram muito do início da revolução industrial e do desenvolvimento industrial de Londres. Hoje muitos prédios industriais estão se transformando em shoppings, conjuntos flats ou até mesmo instalações para os jogos olímpicos a serem realizados em Londres em 2012. O East End fica próximo da Port of London, que é conhecida por sua grande população imigrante, bem como por ser uma das áreas mais pobres de Londres.

londres-distritos

Distritos de Londres

Geografia de Londres

“Grande Londres” é o nome dado ao conjunto de todas as administrações ao redor da Cidade de Londres. A pequena cidade antiga de Londres, no meio da cidade que conhecemos hoje, foi o primeiro assentamento na região, mas as áreas urbanas ao redor (subúrbios) cresceram, e fizeram com que o nome “Londres” passa-se a ser definido em um número de maneiras diversas para diferentes fins. Já ouve até debates jurídicos sobre o que seria a cidade de Londres, só o minúsculo centro (City of London) ou toda a área abrangida pelo subúrbio?

Apenas quarenta por cento dos residentes da Grande Londres pode escrever em suas cartas que o seu endereço é “Londres”. Em contra partida, código de área telefônica da Grande Londres (020) cobre uma área muito maior, semelhante em tamanho que vemos nos mapas de Londres, apesar de que alguns pequenos distritos periféricos são omitidos.

A área dentro do rodoanel londrino (chamado M25) é por vezes utilizado para definir a área “London”.

Topografia

Sua principal característica geográfica é o Tâmisa, um rio navegável, que atravessa a cidade do sudoeste para o leste. O Tâmisa já foi no passado um rio muito mais amplo, raso, com extensiva área pantanosa; na maré alta, já chegou a ficar cinco vezes mais largo do que o seu tamanho atual.

Desde a era vitoriana tem sido extensivamente embancado, e muitos dos afluentes em Londres agora tem fluxo subterrâneo. O Tamisa é um rio de maré, o que torna a cidade de Londres vulnerável a inundações. A ameaça tem vindo a aumentar ao longo do tempo devido a um lento mas contínuo aumento no nível de água. Em 1974, iniciou-se a construção da barreira de Tamisa, que compreende em toda margem do rio Tamisa em Woolwich para lidar com essa ameaça de inundações. A barreira tem previsão de ser concluída em 2070, e já se descute alternativas para ampliação do projeto.

CONTINUE LENDO SOBRE LONDRES PARTE 2

You may also like...