Comprando um carro usado no Reino Unido

Com os valores dos veículos sendo depreciados cada vez mais, para muita gente a compra de um carro usado pode ser bem atraente em termos financeiros. Sem contar que muitas vezes é possível encontrar carros em bom estado, pouco “rodados” e por um ótimo preço.

used-car-signO mercado de carros usados (ou de segunda mão) no Reino Unido (Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e País de Gales) é semelhante ao mercado brasileiro quando nos referimos a opções de compra, sendo possível adquirir carros usados em concessionárias de grandes fabricantes, grandes lojas especializadas, pequena lojas especializadas, oficinas mecânicas que adicionalmente vendem carros e por fim de pessoas físicas.

Como no Brasil, deve-se tomar muito cuidado com “trambiques” e adulterações em carros. Infelizmente existem pessoas desonestas no mundo inteiro e uma porcentagem vende carro. É muito comum a adulteração de quilometragem, a troca de peças em bom estado por outras nem tão boas e os “retoques” que escondem antigas barbeiragens ou velhos problemas do carro.

carsale

Pronto. Acabaram-se as semelhanças com o mercado de usados no Brasil. Nos demais aspectos, as diferenças para o mercado brasileiro são gritantes e tornam o mercado de automóveis usados no UK muito melhor. São as principais diferenças:

  • Preço. No Brasil, os carros usados praticamente não desvalorizam, enquanto os novos sobem 20% ao ano. No UK, os carros novos tem o preço mais estável e depreciam de 15 a 20% ao ano. Centeas de modelos com mais de 7 anos podem ser encontrados por menos de mil libras.
  • Transferêcia simples. Quando temos a oportunidade de conhecer o processo de transferência aqui no UK, descobrimos como somos tirados por palhaços pelos Detrans brasileiros.
  • Internet. O mercado na internet é muito maior, sendo muito mais fácil encontrar pessoas físicas que vendem realmente mais barato do que lojas e concessionárias.
  • motMOT. A revisão anual que por obrigação deve ser feita em todos os veículos em circulação no país chama-se MOT. Nessa revisão os itens essenciais para um veículo circular são revisados. Caso o veículo não seja aprovado, não pode-se pagar a TAX, que é o imposto anual ou semestral (Semelhante ao nosso “amigo” IPVA).

Documentação para transferência

car_v5Todo carro possui um documento chamado V5, que é utilizado para a realização da transferência do veículo. Se você está comprando um carro de uma pessoa física, verifique se o documento coincide com o nome da pessoa e com o endereço. Nesses casos é melhor que o negócio seja realizado na casa do vendedor, assim fica simples de conferir o endereço e o nome pode ser verificado em qualquer outro documento com foto.

Confira se o V5 possui uma marca d’agua e se os dados do veículo como modelo e placa coincidem com os dados registrados no V5. Caso o vendedor não possua o V5 ou caso algum dados esteja incorreto no documento, desista da compra pois é grande a probabilidade de fraude.

Caso esteja tudo correto com a documentação e você decida por comprá-lo, você poderá pagar imediatamente em dinheiro ou via transferencia bancária, conforme acertado com o vendedor. Então o vendedor preencherá o V5 com os seus dados e com os dados dele. Você ficará um pequeno pedaço destacado do V5 que comprova a compra.

Após ter o formulário preenchido e assinado você e o vendedor podem postar o V5 nos Postal Office (correios) mais próximo, endereçado ao DVLA (Detran britanico).

Pronto. Compra concluída e você pode pegar o carro e ir para casa dirigindo. Após 1 ou 2 semanas você receberá um novo V5 com seus dados em sua residência.

Dicas úteis:

  • Confira a data do vencimento da MOT do veículo. Na inspeção da MOT podem surgir gastos imprevistos no momento da compra. Serão avaliados todos os itens de segurança do carro, e alguns outros como emissão de CO2. Caso algum item não esteja no padrão exigido por lei você terá um belo custo imprevisto para cubrir. O vendedor deve lhe apresentar um documento da Garage (oficina mecânica) com os dados da última MOT e o vencimento.
  • Confira a data do vencimento da TAX do veículo. O valor da TAX é fixo para cada veículo, variando entre modelos de acordo com o valor do carro. Pode ser paga semestralmente ou anualmente. Questione o vendedor para saber quanto que ele gasta com TAX. No parabrisa do veículo DEVE existir colado um disco com a data de vencimento da TAX.
  • Não ande com o carro sem seguro. O seguro pode ser comprado pela internet ou por telefone. Antes de fechar o negócio você poder consultar os melhores preços para o modelo de carro que você pretende comprar. Ao realizar a compra você pode ligar para a seguradora e fechar o negócio, que passa a valer naquele instante. Caso a polícia lhe pare ou caso você se envolva em um acidente, você estará em sérios apuros se não tiver seguro, que é obrigatório.
  • Os carros brtiânicos em geral são muito “rodados”, tendo alta milhagem/kilometragem. Suspeite caso você encontre carros com baixa kilometragem e verifique o quanto estão “gastas” a maioria das peças dos carros, inclusive itens da parte interna e externa do veículo.
  • Por lei, as lojas oferecem mais garantias do que pessoas físicas. Mas em compensação geralmente cobram bem mais caro pelo mesmo carro. Pesquise, pois as vezes um carro usado em uma loja pode sair tão caro quanto um novo zero de outro modelopouco diferente.
  • Sempre ande acompanhado de outra pessoa, que pode te ajudar a ver detalhes do veículo e reduzir as probabilidades de fraudes ou péssimas compras.

Boa compra!

You may also like...

8 Responses

  1. carlos says:

    hem eu comprei um carro cujo o v5 a pessoa q vendeu nao tem toda a folha so a parte de cima pois quando ele comprou a pessoa nao enviou pra ele,mas como ele me falou e so postar essa parte que eu tenho comigo pro detran q eles mando um novo mais estou com duvidas sobre isso…

    • Roberto says:

      Carlos,

      A parte de baixo do documento é a parte que comprova a venda. Se o primeiro vendedor não avisou o DVLA, significa que o carro ainda está no nome dele. A parte que você tem consta o nome do primeiro ou do segundo vendedor? Isso tá cheirando a trambique… Alguma coisa o primeiro ou o segundo vendedor está escondendo e por isso o documento não foi enviado ao DVLA.

      O maior beneficiado em mudar o nome no DVLA é o vendedor. Qualquer multa posterior à venda ficaria no nome dele….

      Você verificou se esse carro não foi roubado ou não foi considerado off-road pelo DVLA? Mais informações nesse link (http://www.direct.gov.uk/en/Motoring/BuyingAndSellingAVehicle/RegisteringAVehicle/DG_4022311)

      Roberto

  2. Antonio says:

    Olá. Consegui minha cidadania européia recentemente, e gostaria de saber sua opinião sobre qual a melhor cidade para se morar com a familia na Inglaterra.

    • Roberto says:

      Antonio,

      Tudo depende do seu gosto. Eu particularmente prefiro os vilareijos bem pequenos com uma igreja de 1000 anos na praça e dezenas de trilhas para explorar/pedalar/passear com o cachorro no meio das fazendas ao redor.

      Outras pessoas preferem lugares mais agitados como Londres, Glasgow, etc.

      Vc tem que definir suas prioridades e escolher com base nelas. Emprego, negócio próprio, sossego, agito, universidade, etc.

      Roberto

  3. Natalia says:

    Obrigada pelo site! é muito esclarecedor!
    Kind regards!

  4. GREYCON JOSÉ THOMPSON says:

    oi, em relação as taxas e seguros para carro de baixo valor, quanto custa mais ou mesnos pra rodar com um carro 12 meses, e estudante esdtrangeiro com visto de um ano tambem pode transferir carro pro nome? e se nao, seria possivel emprestar, no caso nomear alguem de confiança para registrar o veiculo que na verdade sera conduzido por mim… obrigado,,,, existe algum site mais usado para vendas, aqui no Brasil é o Mercado Livre o mais popular e confiavel, qual seria o do UK…abraços

  1. 9 de February de 2012

    …[Trackback]…

    More information here…

  2. 18 de February de 2012

    Sources…

    […]check below, are some totally unrelated websites to ours, however, they are most trustworthy sources that we use[…]……