Como economizar comprando tickets baratos para trens

O National rail é um excelente lugar para começar sua busca por melhores tarifas, onde você pode verificar destinos, preços e horários com antecedência. Lembrando que os preços variam conforme dia e horário.Mas pode valer a pena também procurar por ofertas promocionais nos websites de cada prestador do serviço ferroviário – trens da Virgin às vezes oferecem super-promoções no meio da semana com bilhetes a partir de £ 1.

Os sites TheTrainLine.com e RailEasy também são boas referências para promoções, mas algumas vezes não oferecem as tarifas mais baratas pois cobram taxas para agendar viagens.

train_regularApesar de o nome não sugerir, a National Express “East Coast system, na verdade abrange todo o território do Reino Unido.Não tem qualquer custo para reservas, e por vezes, oferece descontos extras se a sua viagem utiliza a rede de trens do sistema. Além disso, sua página de  “ofertas especiais” destaca rotas de baixo custo – como York para Edimburgo por£ 8,50, sem retorno e com antecedência.

Agora se você quer pagar uma miséria para uma viagem longa, confira se o destino é atendido pela MegaTrain, que oferece tarifas de £ 1 libra para muitos trechos! Infelizmente os destinos são limitados e as viagens devem ser agendadas com muuuuito tempo de antecedência.

Dividindo as passagens

Você também pode dividir sua viagem, comprando dois bilhetes ao invés de um para aproveitar uma promoção. Por exemplo: digamos que você quer ir de Londres para Edimburgo. Comprar uma passagem promocional de Londres para York e outra de York para Edimburgo pode ser mais barato do que uma passagem comum direta de Londre para Edimburgo. Só tome cuidado com eventuais atrasos em conexões.

Mas ao dividir passagens, fique atento se a companhia ferrovirária não oferece alguma promoção com retorno. Muitas vezes, as passagens que incluem return são bem mais baratas do que individuais de ida e volta.

Benefícios e fidelidade

Se você viajar frequentemente por trem com a sua família, ou se estiver com idade inferior a 26, ou mais de 60 anos,  ou se for deficiente físico, pode valer a pena investir em um cartão de transporte ferroviário.Railcards, sujeito a elegibilidade, custam 24 libras esterlinas por ano, e você pode economizar até um terço do custo na maioria dos bilhetes.

Considere que, se você é um viajante habitual, as vezes vale a pena comprar até mesmo um bilhete semanal, mensal ou anual. No caso dos bilhetes semanais, em alguns casos você pode pagar por 5 dias e “ganhar” as passagens do fim de semana. Tudo vai depender do trajeto e da companhia ferroviária em questão. Não custa pesquisar, e lembre-se que as vezes as companhias não fazem divulgação desses benefícios relativos a fidelidade. Sendo assim vale um papo com o funcionário do guichê.

Outras opções

Opções de transporte no Reino Unido não faltam! Há trens na maioria das cidades. Somente vilarejos muito pequenos não possuem estações ferroviárias.

Mas mesmo assim, existem inúmeras companhias de ônibus, como por exemplo a excelente National Express e a baratíssima MegaBus. Claro que o preço também influenciará no conforto, número de paradas e tempo de viagem.

Além do ônibus, você pode optar por vias áereas quando viajar para lugares mais distantes, utilizando as econômicas Ryanair e EasyJet. Mas não se esqueça de considerar o preço do transporte até o aeroporto que pode ser mais caro do que a própria passagem aérea.

You may also like...