A União Européia e sua organização

A cada dia que passa a União Européia torna-se mais relevante para quem reside ou deseja residir em um país membro, como o Reino Unido. Muita gente erroneamente pensa que a união européia é um país formado por vários outros, ou que são todos os países do continente europeu.

Mas a definição correta da União Européia é: Uma parceria econômica e política, com características únicas, entre 27 países europeus democráticos.

Países membros da União Europeia e ano da sua adesão:

1952 Alemanha, Bélgica, França, Itália, Luxemburgo e Países Baixos

1973 Dinamarca, Irlanda e Reino Unido

1981 Grécia

1986 Portugal, Espanha

1995 Áustria, Finlândia e Suécia

2004 Chipre, Eslováquia, Eslovénia, Estónia, Hungria, Letónia, Lituânia, Malta, Polónia e República Checa

2007 Bulgária e Roménia

uniao-europeia

O objetivo da União Européia é assegurar paz, prosperidade e liberdade para os seus 498 milhões de cidadãos, num mundo mais justo e mais seguro.

Isso significa, que cada país membro continua com sua identidade própria, representada por suas leis, culturas, etnias, política local, etc. Assim como seus cidadãos possuem seus direitos e deveres, podendo ser diferentes em cada país.

O que realmente acontece, é que todos os países membros da União Europeía, mantém um acordo que diz que devem respeitar as leis da União Européia. Leis como por exemplo o transito livre de cidadãos entre os países membros. Sendo assim, os países na verdade incorporam as leis da UE em suas próprias legislações.

A cada dia que passa, mais acordos e tratados são feitos na União Européia, tornando-a mais forte e mais igualitária entre os países e suas legislações. Tudo isto só foi possível porque os países da União Europeia criaram instituições que asseguram o funcionamento e adotam a legislação da União Europeia. As principais instituições são:
• o Parlamento Europeu (que representa os cidadãos europeus);
• o Conselho da União Européia (que representa os governos nacionais);
• a Comissão Européia (que representa o interesse comum da União Européia).

Os cidadãos europeus podem viajar na maior parte do território da União Europeia sem passaporte e sem controlos nas fronteiras.
Podem fazer compras noutro país onde os preços sejam mais baratos sem restrições nem impostos adicionais, desde que seja para seu consumo pessoal. A moeda única, o euro, permite-lhes comparar diretamente os preços em todos os países que a utilizam. Viajar entre países da zona euro é também mais fácil porque os custos e os inconvenientes de trocar dinheiro desapareceram.

A concorrência criada pelo mercado único sem fronteiras gerou um aumento da qualidade e uma redução dos preços. Os telefonemas, o acesso à Internet e as viagens aéreas tornaram-se mais baratos. As regras de defesa dos consumidores da União Europeia protegem contra produtos defeituosos ou não conformes com as normas, independentemente do país da União onde o produto tenha sido adquirido.

Os cidadãos europeus podem viver, trabalhar, estudar e aposentar-se em qualquer país da União Europeia. As limitações temporárias aplicáveis aos trabalhadores dos doze mais novos países membros estão gradualmente a ser canceladas.

Mais de dois milhões de jovens já estudaram ou frequentaram um curso de formação noutro país europeu ao abrigo de programas da União Europeia. A União Europeia não decide aquilo que se aprende na escola, mas trabalha no sentido de garantir que as habilitações e as qualificações profissionais sejam devidamente reconhecidas em todos os países membros.

O euro (€) é provavelmente a realização mais tangível da União Europeia. A moeda única é partilhada por 16 países (2009), que representam mais de dois terços da população da União. E outros ainda irão adotar o Euro, assim que as suas economias estejam preparadas.

Todas as notas e moedas em euros podem ser usadas nos países onde o euro é aceite. Enquanto as notas são sempre iguais, as moedas têm uma face comum e outra que ostenta um símbolo nacional do país emissor.

Países da União Europeia que usam o euro: Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Malta, Países Baixos e Portugal.

Uma guerra entre os países da União Europeia é actualmente impensável, graças à unidade construída ao longo dos últimos 50 anos. Sendo assim, já está sendo acordada a formação de exércitos da União Européia, com soldados provenientes de todos os países membros.

Os símbolos da União Europeia

A bandeira europeia:
As 12 estrelas em círculo simbolizam os ideais de unidade, solidariedade e harmonia entre os povos da Europa.

O hino europeu:
A melodia é um excerto da Nona Sinfonia de Beethoven, interpretado numa versão unicamente instrumental.

O Dia da Europa: 9 de Maio
As ideias na base do que é agora a União Europeia foram formuladas pela primeira vez em 9 de Maio de 1950, num discurso do então ministro dos Negócios Estrangeiros francês, Robert Schuman. Todos os anos, no dia 9 de Maio, comemora-se a criação da União Europeia.

You may also like...

1 Response

  1. boa tarde.
    eu sou portuguesa o meu marido é paquistanes,mas tem titulo de residencia em portugal,gostaria de viajar par inglaterra para passar umas férias e gostaria de saber se ele o meu marido precisa de obter um visto.
    o passaporte dele e paquistanes mas feito na enbaixada do paquistão em lisboa, o cartão de residencia é valido por 5anos. se possivel deia uma resposta rápida muito obrigado.